Cozinha para quem mora sozinho

Um dos  desafios de quem mora sozinho é manter uma alimentação saudável ( na maior parte dos dias), sem muito trabalho na cozinha, sem desperdícios e com cardápio variado.
Já ouvia isso de meus pacientes , porém  quando comecei a vivenciar essa realidade, entendi melhor do que falavam.
Na hora de comprar ,já encontramos opções de adquirir metade de uma abóbora, metade de uma melancia… o que faz com que possamos evitar o desperdício e aquela cor amarelada na pele, igualzinha a da abóbora, por ter consumido betacaroteno durante a semana toda.
Devido a isso, gosto de compartilhar com vocês receitas práticas e dicas de como tornar essa rotina mais fácil.
Então , vamos a algumas dicas importantes!
Para ter em estoque:
– Tenha sempre uma boa  diversidade de temperos secos: cúrcuma, pimentas, mostarda grão, feno grego, cominho grão, cardamomo, cravo , canela… Pois as especiarias além de dar sabor diferente às preparações, mantém sua saúde em dia;
–  Pelo menos duas variedades de grãos e leguminosas , como por exemplo: quinoa grão, arroz integral, algum tipo de feijão, lentilha e grão de bico;
– Óleos de boa qualidade: Azeite de oliva, Ghee;
– Sal de boa qualidade: sal negro, sal cinza, sal de Mossoró..
– Ingredientes ótimos para poder variar as receitas: leite de côco, tahine, nozes, castanhas, uvas- passa.
Para ir às compras:
– Antes de sair de casa, faça um planejamento das preparações que irá fazer, para no máximo 3 dias. Não adianta se empolgar..podem acontecer imprevistos como: convites inesperados para comer fora de casa, falta de tempo ou preguiça para cozinhar… E esses alimentos vão acabar estragando;
– Dê preferência para comprar frutas, legumes e verduras sempre em feiras orgânicas, pois além de fazer um bem enorme para sua saúde, esses alimentos tem uma duração maior no armazenamento;
– Escolha sempre alimentos da época, são ricos em sabor e em Prana ( energia Vital);
– Ficou na dúvida do que escolher? Se não planejou o cardápio , para garantir sua ingesta de nutrientes varie nas cores. Escolha uma variedade do grupo dos vermelhos: rabanete, beterraba, morangos… dessa forma sua dose de antioxidantes estará garantida.Uma variedade de legumes amarelos: cenoura, abóbora,batata salsa, todos com uma boa quantidade de vitamina A , são anti- inflamatórios e anti- alérgicos. E o terceiro grupo, alguma verdura um pouco amarga para desintoxicar o fígado: couve folha, jiló, mostarda, acelga…
– Faça essa tarefa com calma para escolher  bem os alimentos, não tendo o risco de comprar algo estragado , ou inadequado. Aproveite para fazer disso um passeio, dando uma pausa para um suco, para uma conversa com algum produtor que se disponha… é sempre muito interessante a troca de experiências!
Bom proveito!
Raquel Calloni- fone para contato (41)991286610 – Atendimentos na Toque de Saúde